Tecnologia do Blogger.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

SEM FILIAÇÃO, BAHIARUGBY CONTINUA A TRABALHAR NO DESENVOLVIMENTO

Enquanto aguarda uma decisão final sobre a sua filiação, já que a causa da recusa em aceitar a filiação afinal se resume à existência na Bahia de um árbitro nível 2 World Rugby e não de dois árbitros daquele nível, a Federação de Rugby da Bahia continua a trabalhar na promoção do desenvolvimento, tendo realizado nos dias 16 e 17 de fevereiro um estágio para atletas juvenis do semiárido.

Contando com a colaboração de três técnicos da TreinaBahia - Escola de Treinadores da Bahia - o estágio teve lugar na cidade de Adustina e contou com a presença de 57 atletas daquela cidade que receberam capacitação em Clínicas de Scrum, Lateral e Habilidades Individuais Gerais.

Os treinadores presentes deslocaram-se desde Porto Seguro numa viagem de mais de 1.850 km, que durou mais de 27 horas de condução, e trabalharam com os jovens do semiárido  durante 16 horas (4h de teoria e 12 h de prática), sem receberem qualquer remuneração ou ajuda de custo, no mais puro espírito amador que governa o rugby da Bahia!

Toda a ação foi assegurada pelo Diretor de Desenvolvimento da FRB, Prof. Adenílcio Rodrigues e o apoio do Secretário de Esportes de Adustina, Paulo César.

Para que conste aqui ficam os nomes dos treinadores envolvidos na ação de formação:
Treinador Principal
Diego Hamilton Reis
Treinadores assistentes
Felipe Brito, Paulo Rogério e Ronalt Soares

Para jogar rugby você não precisa de campo gramado nem de mordomias!
Só precisa ter bolas!!!

 

 


 



terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

CBRU NEGA DIREITO DE FILIAÇÃO DA FEDERAÇÃO DE RUGBY DA BAHIA

FEDERAÇÃO DE RUGBY DA BAHIA
CNPJ N° 10.671.439/0001-08
Pessoa Jurídica de Direito Privado de Fins Não Econômicos
Instituição de Utilidade Pública

PEDIDO DE FILIAÇÃO A CBRU
COMUNICADO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

A Federação de Rugby da Bahia tomou conhecimento através da imprensa - Portal do Rugby, 18 de fevereiro de 2019 - da decisão da Confederação Brasileira de Rugby de recusar o pedido de filiação apresentado pela FRB em 27 de dezembro de 2016.

De acordo com as notícias publicadas, essa decisão foi tomada na reunião do Conselho de Administração da CBRu do passado dia 4 de Fevereiro, invocado o não cumprimento por parte da FRB dos "requisitos previstos no art. 17, IX do Estatuto Social da CBRu, ou seja, não ter 4 árbitros de nível II certificados pela World Rugby" (Veja aqui a notícia do Portal do Rugby e a Ata da Reunião).

A Federação de Rugby da Bahia não considera apropriado que esta matéria seja tratada na imprensa devendo antes ser tratada por via do contato direto entre as duas partes, mas dada a repercussão pública que a divulgação da Ata da supra referida reunião do Conselho de Administração teve,  não pode deixar de fazer os seguintes esclarecimentos:
1- O pedido de filiação foi apresentado pela FRB junto da CBRu no dia 27 de dezembro de 2016, ou seja, há mais de 25 meses;
2- Ao longo de todo este processo a FRB forneceu sempre todos os documentos e esclarecimentos solicitados pela CBRu, mesmo quando os mesmos foram pedidos em duplicado;
3- Ao longo deste processo a FRB recebeu com a maior abertura os enviados da CBRu, e forneceu todos os dados que foram solicitados nas auditorias realizadas, tenham elas sido programadas ou feitas sem qualquer aviso prévio;
4- O Estatuto Social da CBRu é omisso na definição "do nível II de arbitragem" exigido, nunca sendo feita qualquer referência a árbitros certificados pela World Rugby;
5- A nenhuma das seis federações que neste momento são filiadas à CBRu foi feita a exigência de apresentação de 4 árbitros de nível II certificados pela World Rugby para a efetivação da sua filiação à Confederação, o que coloca a FRB em claro plano de desigualdade em relação a essas federações.

Assim, e porque a não filiação à CBRu traz importantes danos à FRB - que tenta isoladamente difundir a prática da modalidade no Estado da Bahia, sem qualquer apoio da CBRu -  nomeadamente nas relações institucionais com órgãos do poder estadual ou federal, ou ainda na captação de meios financeiros para a concretização das suas atividades, o Conselho de Administração da Federação de Rugby da Bahia informa todos os interessados que a análise da situação criada pela recusa da filiação será realizada na Assembleia Geral que terá lugar no próximo dia 30 de Março, em Porto Seguro, a que deverão estar presentes todos os clubes filiados à FRB.
A Assembléia Geral decidirá quais as medidas que deverão ser tomadas em relação a esta matéria, de importância fulcral para o futuro do rugby na Bahia.

Mais informa o Conselho de Administração da Federação de Rugby da Bahia que por respeito ao rugby e pelo acatamento disciplinado que as decisões da Assembléia Geral impõem, não fará qualquer outro comentário público sobre esta matéria até à realização da Assembleia Geral do dia 30 de Março.

Bahia, 19 de fevereiro de 2019
CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA FRB
Manuel Cabral - Presidente
Diego Reis - Vice Presidente
Nilo Sousa - Tesoureiro



CALENDÁRIO OFICIAL 2019

CALENDÁRIO OFICIAL 2019